Quem é o principal vilão da franquia Diablo?

A reencarnação do mal tem nome, sobrenome e descendência no mundo de Diablo, um dos principais games produzidos pela Blizzard. E, assim com...

A reencarnação do mal tem nome, sobrenome e descendência no mundo de Diablo, um dos principais games produzidos pela Blizzard. E, assim como tudo na vida, tem um pezinho em uma antiga mitologia humana. 


Não é de hoje que o Universo dos jogos usa e abusa de mitologias ao redor do mundo para suas inspirações. E, no decorrer dos anos, a franquia Diablo foi se alargando cada vez mais, desenvolvendo toda uma sociedade e um conjunto de lendas único. O que pouca gente sabe - ou melhor, aqueles que não jogaram toda a franquia - é que ela também bebe de um imaginário humano. A Mitologia que o jogo faz questão de usar é a a suméria, uma das primeiras civilizações a surgirem, e que, se você não matou aulas de história, sabe que ela ficava entre os rios Tigre e Eufrates. Entendendo o seu mito de criação, é possível responder a pergunta de quem é o principal vilão da franquia Diablo. Uma prévia: Não, Diablo pode dar o nome, mas não é o principal!

Segundo o mundo dos jogos produzidos pela Blizzard, há muito tempo, antes que o Universo existisse, uma criatura era a única, Anu. Baseando-se em uma entidade suméria que tem o mesmo nome, o Anu do mito original era considerado o deus do céu e o principal Annunaki adorado na região. Junto a ele, uma tríade reinava, com seus companheiros Enlil, Senhor do Vento, e Ki, Senhora da Terra. Na história de Diablo, o Anu reinava absoluto, detendo o poder do bem e do mal dentro de si, e vivia dentro de uma pérola da criação. Ali, todo o poder do que existia se continha com a vontade de Anu.

Tathamet x Anu, a batalha da criação.
Contudo, Anu estava descontente pois queria ser apenas bom, e separou sua parte ruim, expulsando assim todo o mal de si. Mas, como uma entidade com vida e consciência, aquela maldade não foi destruída e juntou-se em uma criatura. Tathamet, um dragão de sete cabeças tornou-se a reencarnação de toda a impureza, e assim do mal. Contudo, Tathamet tinha saído de Anu, e por isso estavam eternamente ligados dentro da concha da criação. Eram praticamente irmãos, que não se davam bem. Uma era de lutas intermináveis que nem o tempo consegue contar se abateu sobre Anu e Tathamet, um tentando destruir o outro, mas ambos sem sucesso.

Na mitologia suméria, Tathamet foi baseado na criatura Tiamat, que você também conhece se viu Caverna do Dragão. Tendo duas cabeças a menos, o Enuma Elish, que é o mito da criação do mundo na Babilônia destaca que ao se revoltar conta os deuses, Tiamat tornou-se uma criatura do perfeito caos. Com um exército de monstros que ela conseguia criar, ao lado de seu filho Kingu, ela detinha a Tábua do Destino, o que desesperava os Annunaki. Buscava-se então um ser capaz de derrotar Tiamat de uma vez por todas, e coube a Marduque, o filho de Anu essa missão.

Diferente de luta entre Marduk e Tiamat, em Diablo a peleja é resolvida entre os irmãos mesmo. Após eras de lutas e conflitos, uma batalha final foi decidida com a morte dos dois, Anu e Tathamet. O resto de Tathamet se separou da luz de Anu e se concentrou no fundo da realidade. De sua carne enegrecida e de seus restos mortais, reinos começaram a surgir, eram os Infernos Ardentes, e de seu sangue brotaram criaturas de puro mal, os Demônios.

Na Mitologia Suméria, a semelhança para aqui, pois a morte de Tiamat não cria demônios nem nada do tipo. Muito menos tem relação com o conflito de céu e inferno visto em Diablo e em suas sequências. Na verdade, quando Marduk extermina a criatura, seus restos tornam-se parte da existência. Seu tórax, que foi aberto é o vácuo entre o céu e a terra. As lágrimas que ela derramou se tornaram rios, o Tigre e o Eufrates, e sua cauda, a Via Láctea. Com a permissão dos outros deuses, seu sangue foi juntado ao barro da terra para formar assim a humanidade, em uma outra versão do mito de Adão e Eva.

Mas, não é só isso. Estamos chegando na origem do próprio Diablo, já que ele é uma das cabeças decepadas de Tathamet. Lembra-se que a criatura tem sete cabeças? Pois bem, três delas são chamadas de principais, e cada uma tem seu pensamento e vida própria. Elas dariam luz aos Senhores do Terror, do Ódio e da Destruição, a alcunha respectivamente de Diablo, Baal e Mephisto ou os Grandes Males como são conhecidos. As outras quatro, também são dotadas de identidade próprias, e tornam-se os Males Menores, Andariel, Duriel, Belial e Azmodan.

Se você jogou a expansão de Diablo III - Reaper of Souls saberá, senão tomará um mega spoiler daqui em diante. O intuito de Diablo era de reunir o poder de seus seis outro irmãos para que dentro de seu corpo ele "absorvesse" o poder do mal primordial, ou seja, Thatamet, sendo assim invencível para os Nephelim e todo o corpo celestial. O que ele não contava era da existência do jogador que deveria destruí-lo completamente no final. Ocorre que, todos os males estavam alojados na Pedra Negra da Alma, que seria aprisionada, se não fosse pelo Arcanjo Mathael, que buscando dizimar a humanidade, invade a fortaleza e no confronto contra um Nephelim, a destrói. Você pode ter achado que destruiu Diablo e seus planos de dominação, mas saiba que na verdade, depois de tudo que você passou vai um indivíduo e liberta todas as criaturas alojadas na pedrinha negra. Que péssimo final! Mas sabemos que terá uma continuação por isso, assim esperamos.

O inferno tem uma sala exclusiva com o trono de seus sete mestres.
Em suma, o mito apresentado na verdade em Diablo pode iniciar na Mesopotâmia, mas sem dúvida passa por conhecimentos persas. Quem acha que o conceito de dualidade do cristianismo surgiu do nada com esta filosofia está enganado. A ideia de arder no inferno também não é algo exclusivo da cultura ocidental. Na verdade, até a relação entre Tathamet e Anu apresentada em Diablo é uma copia estilizada das entidades Ahura Mazda e Angra Mainyu do Zoroastrianismo, uma antiga religião iraniana que deixou algumas marcas até mesmo no cristianismo.

O primeiro, Ahura Mazda, ser único, decide criar uma contrapartida ruim para se livrar de todo o pecado contido. Lógico que isso não ia dar certo, e com a criação de Angra Mainyu, uma guerra entre o bem e o mal foi travada. Você já viu esse roteiro algumas linhas acima! E agora sabe que, mesmo com toda a temática entre Céu e Inferno que envolve Diablo e toda a sua sociedade, isso é apenas a ponta do precipício. Tem muita criatividade envolvida, e é claro, muitas fontes da rica cultura humana prontas para dar as caras, mesmo que seja levemente baseada ou uma misturada sem fim. Mas ela está ali, pode acreditar.

COMMENTS

Nome

Ciência,8,Culinária,1,Curiosidades,54,Educação,13,Filmes,8,História,9,Jogos,8,Mitologia,5,Política,1,Religião,5,Séries,10,Viagens,10,
ltr
item
O Curioso Mundo de Vítor Hugo: Quem é o principal vilão da franquia Diablo?
Quem é o principal vilão da franquia Diablo?
https://4.bp.blogspot.com/-D9p8eU7FBOA/W3DgZzek07I/AAAAAAAAJm0/4K0OvjnRMIItvib7OM6fMOOUJ08aIQ-awCLcBGAs/s640/Tathamet_Mal_Diablo.jpg
https://4.bp.blogspot.com/-D9p8eU7FBOA/W3DgZzek07I/AAAAAAAAJm0/4K0OvjnRMIItvib7OM6fMOOUJ08aIQ-awCLcBGAs/s72-c/Tathamet_Mal_Diablo.jpg
O Curioso Mundo de Vítor Hugo
https://www.mundovh.com/2018/08/quem-e-o-principal-vilao-da-franquia.html
https://www.mundovh.com/
https://www.mundovh.com/
https://www.mundovh.com/2018/08/quem-e-o-principal-vilao-da-franquia.html
true
4458632588204771738
UTF-8
ENCONTRANDO TODOS OS POSTS Not found any posts VEJA TODOS Leia Mais Reply Cancel reply Delete Por Início PÁGINAS POSTS View All RECOMMENDADO PARA VOCÊ LABEL ARQUIVOS BUSCAR TODOS OS POSTS Infelizmente, não encontramos sua pesquisa Retorne ao Menu Principal Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy