• Últimas Notícias

    Qual o som mais alto já emitido na Terra?

    Krakatoa_Som_Explosao

    O som mais alto já ouvido pelo ser humano veio da Indonésia. Lá, em 1883 uma montanha, o Krakatoa, explodiu como se não houvesse amanhã. Dele, uma onda gigante varreu o litoral e o som perfurou o tímpano de quem estava por perto.

    Na verdade, a pergunta não é bem essa. Já que o grande campeão com toda certeza não foi o nosso primeiro lugar. Outras explosões e eventos catastróficos já existiram antes mesmo dos seres humanos medirem. O hipotético meteoro da Península de Yacatán, no México, que matou os dinossauros deve ter feito muito barulho. A erupção de Yellowstone e do Tambora também. Mas, não existe registro histórico de seres humanos falando sobre estas explosões. Logo, vamos colocar um limite, o homem deve ter escutado esse barulhão. Mesmo assim, o som mais alto é o de uma erupção vulcânica.

    Voltemos ao século XIX, mas precisamente em Agosto de 1883. Numa área chamada Estreito de Sunda, entre as ilhas de Java e Sumatra. O país; a atual Indonésia. Normalmente já castigada por fazer parte do Círculo de Fogo do Pacífico, o país é vulcânico. E muito na verdade. Aquela área do Sudeste Asiático é considerada o berço dos vulcões. Dentro deste grupo, o Krakatoa não parecia ser grandes coisas. Tinha 882 metros o pico da ilha onde se encontrava. Mas o problema era a sua caldeira de magma, com impressionantes 16 km de diâmetro. Naquela época, ninguém estava preparado com sismógrafos e tudo mais. Nem a Indonésia era Indonésia, e sim Índias Orientais Holandesas.

    Krakatoa_Som

    A erupção do Krakatoa foi de grandes proporções. Na classificação científica, o seu Índice de Explosividade Vulcânica, o IEV é de 6. Com o nome de Colossal. Na história da Terra, apenas erupções como o já mencionado Yellowstone e do Monte Tambora são maiores do que a ocorrida com o Krakatoa. Sua duração foi de vinte e duas horas, em um saldo de 36 mil mortos. Sendo assim considerada uma das mais mortíferas pelos seus eventos sucessores. O som de sua explosão é considerado o mais forte já visto pela raça humana. Quem estivesse em um raio de sessenta e cinco quilômetros teve os tímpanos perfurados.

    O som viajou pela atmosfera e pessoas se assustaram na Ilha Rodrigues, a cinco mil quilômetros.  O que, para uma erupção vulcânica não é algo desprezível. Essa ilha pertence a República de Maurícia, mais perto de Madagascar do que da Ásia em geral. Filipinas, Índia, Austrália e outras nações escutaram a grande explosão também. Ao todo, o som viajou quatro vezes por volta do globo terrestre. Para efeitos de comparação, é como se o Krakatoa estourasse no Oiapoque, e fosse ouvido no Arroio Chuí, cruzando todo o Brasil no sentido Norte-Sul.

    Em 1883, ainda não existia uma forma de medir o som e seus impactos. Então, o tamanho da explosão do Krakatoa só foi confirmado depois. Nos decibéis, a explosão, num raio de 160 km de distância do centro produziu 170 decibéis. E o que significa isso? Além da perda completa da audição, tal poder é suficiente para não permitir a respiração humana. O corpo vibraria em ressonância do impacto e seu diafragma não conseguiria manter o controle. Quebraria vidros e destruiria casas ao meio em 50% de chances. Somente pela força do som. Ao final da catástrofe vulcânica, a ilha de Krakatoa foi varrida do mapa. Hoje, encontra-se uma nova formação chamada de Anak Krakatau. O filho de Krakatoa na língua local. Ainda não tão potente quanto seu antepassado, presume-se que sua erupção foi responsável pelo repentino Tsunami que varreu a Indonésia em 23 de Dezembro de 2018. O problema desse tsunami é que ele não veio seguido de terremoto, pegando assim desprevenida a população.

    Anak_Krakatoa_Erupcao

    Além do maior barulho já escutado pelos seres humanos, que outros impactos a erupção teve? Como toda explosão vulcânica, poeira e cinzas foram jogadas na atmosfera. E, com a câmara que tinha, o Krakatoa foi capaz de diminuir a temperatura média da Terra em 1ºC. Outra calamidade foi o tsunami que se abateu sobre a região. A última explosão, dona do som mais alto foi nada menos do que implosão inteira da ilha, levando tudo para debaixo do oceano. Com a quantidade, nada menos do que um ilha inteira desabando no mar, uma onda se formou. Nas áreas próximas, as ilhas de Java e Sumatra, as ondas chegaram a 40 metros de altura. O maremoto chegou até a capital da Tanzânia, Zanzibar, do outro lado do Oceano Índico, no continente africano, onde corpos também foram avistados. Sem dúvida alguma, essa foi uma erupção mortal, e barulhenta.

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad