• Últimas Notícias

    De onde vem a Rabanada?


    A origem da Rabanada é incerta, existindo pães da era pré-cristã bem perto de sua receita original. Mas, sem dúvida, foram os portugueses que a trouxeram para o Brasil.

    Época de Natal e uma das mais tradicionais comidas dessa data no Brasil é a Rabanada. Contudo, sua história vai além de nossas fronteiras. O crédito por ter inventado esse doce delicioso cheio de canela não tem dono. Acredita-se que sejam os franceses, simplesmente pela quantidade de nomes que levam para a França. Nos Estados Unidos, esse prato é chamado de French Toast, e a própria França tem a sua; o Pain Perdu. Porém, se não podemos das os créditos pelos idealizadores, pelo menos podemos dizer quem trouxe essa tradição, os portugueses. Em sua extensa colonização nas terras brasileiras.

    A receita como conhecemos provém da Idade Média da humanidade. Mas, em momentos mais antigos, o homem conseguiu fazer receitas bem próximas. O que poderia dar a rabanada o semblante ainda mais antigo. Relatos da era pré-cristã fazem referência ao chamado pan dulcis. Sua receita consistia em fritar pedaços grandes de pão de trigo em óleo, já banhados em leite. Depois disso, acrescentava-se uma casca feita com mel e era só servir.

    Em épocas passadas, em que não existia geladeira, ficava difícil manter alimentos conservados. Além do mais, as sobras do dia a dia deveriam ser consumidas, já que não estávamos em um mundo de gastos como o de hoje. Junte isso a cultura Portuguesa arraigada com o Catolicismo e temos a necessidade de dar uma serventia ao pão dormido. Como símbolo do corpo de Cristo na Eucaristia, ele é considerado sagrado. E sim, o pão da tradicional rabanada não é novo, mas sim passado. Contudo, em Portugal até mesmo uma lenda considera o início da "fartura" trazida pela Rabanada.



    Certa vez, uma jovem mulher, ao ter dado a luz não tinha nada para comer. E assim, não conseguia produzir leite para o seu filho. Não tendo outra alternativa, ela pediu ajuda aos vizinhos por ser muito pobre e não ter nada para comer. Aos poucos, eles ajudaram com um pão dormido, um pouco de leite, açúcar e ovos. Os clássicos ingredientes da rabanada. Com as doações, a moça conseguiu fazer uma sopa no qual se alimentou, encharcando o pedaço de pão duro. Como que por milagre, seus seios começara a dar leite, sem parar. Ela conseguiu alimentar inclusive outros recém-nascidos que passavam pela mesma necessidade. Por essa história, a rabanada em Portugal é chamada de "Fatia de Parida".

    Agora, o nome rabanada não vem de Portugal. Tal origem é apontada no Espanhol, como uma adaptação de "rebanada". Sua tradução, fatias de pão. No decorrer da história, é claro que tal prato não se manteve exclusivo as suas cozinhas. E se adaptou a todos os cantos do mundo. Se no Brasil temos a variante recheada com leite condensado, nossos amigos uruguaios e argentinos não usam canela. E na verdade, suas torrejas são feitas como uma espécie de bolo, e não cortadas em fatias. Na França, o pain perdu é frito em uma chapa, não usando nenhum tipo de óleo. Ou seja, podem existir várias formas de se fazer uma rabanada, mas sem dúvida todas são muito deliciosas. Aproveite a época natalina e aprecie esse delicioso petisco.


    2 comentários:

    1. Pensava que a rabanada era francesa pois no inglês é French Toast.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigado pelo comentário. De fato, eu também pensava igual a você. Quando aprendi no curso de inglês, jurava que era francesa. Até fazer a pesquisa para este post.

        Excluir

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad